sexta-feira, 25 de maio de 2012

Todos os espíritos encarnados na,,,,,,,,,,,,,,,

Todos os espíritos encarnados na Terra já fizeram muito mau para outras pessoas


Escravizar pessoas ou torná-los servos foi uma prática
 de quase toda cultura por milhares de anos.


Regis Mesquita

“Todos nós já fomos vitimizadores. Fizemos as outras pessoas sofrerem, porque escolhemos mal os pensamentos, os sentimentos, as emoções, as sensações e as crenças a serem cultivadas”.

Trecho do livro Nascer Várias Vezes


Um assaltante mata um homem honesto. Uma tragédia, com certeza. Uma injustiça, pois ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém. O espírito se desprende do corpo sem vida e segue sua vida espiritual. Muito provavelmente o espírito que hoje é vítima se lembrará das muitas mortes que foi o responsável (foi o vitimizador).

Os espíritos encarnados na face do planeta Terra já tiveram dezenas ou centenas de outras encarnações. Já viveram em muitas culturas, com características corporais e sociais diferentes. Partiram de uma condição menos evoluída e foram adquirindo habilidades e qualidades nobres aos poucos. Ou seja, vivendo em culturas diferentes e em níveis menos evoluídos de consciência cometeram atrocidades e deixaram um rastro de vítimas de suas ações.

Todos nós já matamos alguém, já abusamos de alguém, já prejudicamos muito alguém.

Este passado faz parte da vida do espírito que somos nós.

Mesmo tendo praticado muitas violências estamos encarnados com a vida que temos hoje. Será que a merecemos? Sim e não, é a resposta.

Nossos espíritos se esforçaram muito, seja no plano espiritual, seja em encarnações passadas, para evoluir, amadurecer e superar traumas, bloqueios e condicionamentos.

Nós também somos beneficiados pela misericórdia divina. Deus sabe que somos limitados e mais propensos ao erro por causa de nossas imaturidades. Deus sabe que precisamos do seu perdão e apoio. Ele age para diminuir nosso sofrimento, pois sabe que o positivo gera muito mais evolução que o negativo (o amor ensina mais que o ódio, o perdão mais que o rancor, e assim por diante). Ele nos ajuda propiciando ensinamentos, experiências benéficas, emanando boas vibrações, entre outros benefícios.

Deus organizou a vida encarnada já pensando em nos ajudar. Uma parte dos conteúdos do espírito não influencia a vida encarnada, ou seja, fica isolada e sem ação sobre a vida da pessoa. Jamais conseguiríamos progredir se tivéssemos que enfrentar todos os desafios e todas as nossas dívidas e imaturidades de uma única vez. A encarnação protegida e com a missão previamente planejada, é uma forma de dar boas condições para o espírito superar dificuldades e desenvolver habilidades e qualidades. Em cada encarnação enfrentamos alguns desafios, enquanto outros desafios ficam inertes.

Por exemplo: mesmo que ao longo de várias encarnações a pessoa desenvolva muita agressividade, ela pode renascer como uma pessoa pacífica, desde que a agressividade do espírito fique isolada e sem ação sobre a vida encarnada. Desta forma, durante a encarnação, o espírito pode desenvolver algumas habilidades que serão úteis, no futuro, para superar a agressividade.

A vida que temos, com suas dificuldades, é uma vida planejada e muito melhor do que teríamos se não fôssemos protegidos pela misericórdia de Deus.

Já erramos muito, agora é hora de melhorar muito. Cada um segundo seu planejamento e suas possibilidades. Cada um com seus desafios e sofrimentos a serem aceitos e superados.

Em muitas encarnações fizemos muitas coisas erradas. Já pagamos uma parte da “dívida”, talvez estejamos pagando mais um pouco agora. Tudo depende do total da vida espiritual de cada um, pois JAMAIS podemos julgar alguém apenas pela vida que ele apresenta no momento presente.

A vida encarnada que temos é apenas uma faceta, uma parte, da vida do espírito. A maior parte está inerte, sem ação na vida atual. Outra parte está presente no inconsciente de cada indivíduo. Aquilo que demonstramos é uma parte ínfima, muito ínfima, da vida total do espírito.

Um comentário:

  1. Isso parece que tem relação com aquilo que os cientistas dizem que nos humanos não usamos nem 1,5% do QI que possuímos, neh?

    ResponderExcluir