quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

AVISO OPORTUNO


Nas tarefas da noite de 10 de novembro de 1955, profunda alegria felicitou-nos o grupo em prece.

Pela vez primeira; o inolvidável companheiro Inácio Bittencourt visita-nos a casa. Senhoreando as possibilidades do médium, o grande lidador do Espiritismo no Brasil dirige-nos a sua palavra clara e incisiva, concitando-nos às responsabilidades que nos competem na Doutrina de Luz que abraçamos.



Meus amigos: Louvado seja o Senhor.

Em minha última romagem no campo físico, mobilizando os poucos préstimos de minha boa-vontade, devotei-me ao serviço da cura mediúnica; no entanto, desencarnado agora, observo que a turba de doentes, que na Terra me feria a visão, aqui continua da mesma sorte, desarvorada e sofredora.

Os gemidos no reino da alma não são diferentes dos gemidos nos domínios da carne.


E dói-me o coração reparar as filas imensas de necessitados e de aflitos a se movimentarem depois do sepulcro, entre a perturbação e a enfermidade, exigindo assistência.

É por esta razão, hoje reconhecemos, que acima do remédio do corpo temos necessidade de luz no espírito.


Sabemos que redenção expressa luta que resultados colheremos no combate evolutivo, se os soldados e obreiros das nossas empresas de recuperação jazem desprevenidos e vacilantes, infantilizados e trôpegos?

Nas vastas linhas de nossa fé, precisamos armar-nos de conhecimento e qualidade que nos habilitem para a vitória nas obrigações assumidas. Conhecimento que nasça do estudo edificante e metódico, e qualidade que decorra das atitudes firmes na regeneração de nós mesmos.


Devotamento à lição que ilumine e à atividade que enobreça.

Indubitavelmente, ignoramos por quanto tempo ainda reclamaremos no mundo o concurso da medicina e da farmácia, do bálsamo e do anestésico, da água medicamentosa e do passe magnético, à feição dê socorro urgente aos efeitos calamitosos dos grandes males que geramos na vida, cujas causas nem por isso deixarão de ser removidas por nós esmos, com a cooperação do tempo e da dor. 

Mas, porque disponhamos de semelhante alívio, temporário embora; não será lícito olvidar que o presente de serviço é a valiosa oportunidade de nossa edificação.


A falta de respeito para com a nossa própria consciência dá margem a deploráveis ligações com os planos inferiores, estabelecendo em nosso prejuízo, moléstias e desastres morais cuja extensão não conseguimos sequer pressentir; e a ausência de estudo, acalenta em nossa estrada os processos da ignorância, oferecendo azo às mais audaciosas incursões da fantasia em nosso mundo mental, como sejam: a acomodação com fenômenos de procedência exótica, presididos por rituais incompatíveis com a pureza de nossos princípios, o indevido deslumbra¬mento diante de profecias mirabolantes e a conexão sutil com Inteligências desencarnadas menos dignas, que se valem da mediunidade incauta e ociosa entre os homens, para a difusão de notícias e mensagens supostamente respeitáveis, pela urdidura fantasmagórica, e que encerram em si o ridículo finamente trabalhado, com o evidente intuito de achincalhar o ministério da verdade e do bem.

A morte não é milagre e o Espiritismo desceu à Humanidade terrestre com o objetivo de espiritualizar a alma humana.

Evitemos proceder como aquele artífice do apólogo, que pretendia consertar a vara torta buscando aperfeiçoar-lhe a sombra.

Iluminemos o santuário de nossa vida interior e a nossa presença será luz.


Eis a razão por que, em nos comunicando convosco, reportamo-nos aos quadros dolorosos que anotamos aqui, na esfera dos ensinamentos desaproveitados, para destacar o impositivo daquela oração e daquela vigilância, perenemente lembradas a nós todos pela advertência do nosso Divino Mestre, a fim de que estejamos seguros no discernimento e na fé, na fortaleza e na razão, encarando o nosso dever face a face.



pelo Espírito Inácio Bittencourt - Médium: Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

CÓDIGO DOS ÍNDIOS AMERICANOS



1 - Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com freqüência. O Grande Espírito o escutará se você, ao menos, falar.


2 - Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.


3 - Procure conhecer-se, por si próprio. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada e somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você.


4 - Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-lhes o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.


5 - Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza ou da cultura. Se não foi ganho nem foi dado, não é seu.


6 - Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais.


7 - Respeite os pensamentos, os desejos e as palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito de expressão pessoal.


8 - Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você coloca para fora, no Universo, voltará multiplicada a você.


9 - Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados.


10 - Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o otimismo.


11 - A Natureza não é para nós, ela é parte de nós. Toda a natureza faz parte da nossa família Terrena.


12 - As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e ágüe com sabedoria e lição de vida. Quando estiverem crescendo, dê-lhes espaço para que cresçam.


13 - Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada a outros retornará a você.


14 - Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.


15 - Mantenha-se equilibrado. Seu mental, seu espiritual, seu emocional e seu físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis. Trabalhe o seu físico para fortalecer a sua mente. Enriqueça o seu espírito para curar o seu emocional.


16 - Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá. Seja responsável por suas próprias ações.


17 - Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isso é proibido.


18 - Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros.


19 - Respeite outras crenças religiosas. Não force suas crenças sobre os outros. 


20 - Compartilhe sua boa fortuna com os outros. Participe com caridade.
Autor: Prof. Aires Ortiz Carvalho

domingo, 26 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo

Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, dos meus sofrimentos e das minhas alegrias.
Das minhas angústias e das minhas Esperanças.
Do meu ódio e da minha Benevolência.
Dos meus desânimos e da minha Coragem.


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, das minhas doenças e da minha Saúde.
Das minhas misérias e das minhas Riquezas.
Da minha escuridão e da minha Luz.
Dos meus demônios e dos meus Anjos.
Dos meus fracassos e dos meus Triunfos.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, das minhas frustrações e das minhas Vitórias.
Das minhas dúvidas e das minhas Certezas.
Da minha incredulidade e da minha Fé.
Do meu desespero e da minha Esperança.
Da minha confusão e da minha Clareza.


 

Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, dos meus enganos e da minha Sinceridade.
Das minhas maldades e das minhas Singelezas.
Do meu furor e da minha Paciência.
Das minhas fraquezas e das minhas Forças.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, do meu Corpo e do meu Espírito.
Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, da minha raiva e do meu Perdão.
Da minha cegueira e do meu Olhar Luminoso.
Da minha impetuosidade e da minha Moderação.
Da minha inconstância e da minha Persistência.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, do meu cansaço e da minha Criatividade.
Da minha indiferença e da minha Atenção.
Da minha carranca e do meu Sorriso.
Do meu desconforto e do meu Prazer.
Da minha dúvida e da minha Fé.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, da minha perdição e dos meus Caminhos.
Da minha ignorância e da minha Sabedoria.
Dos meus traidores e dos meus Amigos de Sempre.
Das minhas armadilhas e da minha Honestidade.
Da minha hipocrisia e da minha Transparência.
Da minha rebelião e da minha Aceitação.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, da minha traição e da minha Fidelidade.
Da minha incoerência e da minha Sinceridade.
Do meu medo e da minha Entrega.
Da minha fragilidade e da minha Força.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, dos meus dias difíceis e dos meus dias Venturosos.
Do meu ensimesmamento e da minha Comunicação.
Das minhas mazelas e das minhas Verdades.
Das minhas crueldades e das minhas Compaixões.
Das minhas desistências e dos meus Poderes.
Das minhas desconfianças e das minhas Aprovações.


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo, das minhas injustiças e das minhas Coerências.
Da minha gula e da minha Parcimônia.
Dos meus extremos e do meu Equilíbrio.
Dos meus impulsos e da minha Serenidade.



Obrigado Cristo, Tu sabes tudo, das minhas culpas e da minha Aceitação.
Da minha revolta e da minha Paz.
Do meu isolamento e da minha Fraternidade.
Da minha fuga e do meu Compromisso.



Obrigado Cristo, Tu sabes tudo, da minha escravidão e da minha Libertação.
Do meu perfeccionismo e da minha lenta e longa Evolução.
Obrigado Cristo, Tu sabes tudo, da minha negação e da minha Salvação.


Obrigado, Obrigado Cristo, porque tudo sabes, e mais, o que é estar nas trevas à Caminho da Luz.
Assim sendo, Contigo, Cristo, todos estamos a caminho da Redenção.



Obrigado, porque Tu és Onisciente: O CAMINHO A VERDADE, A VIDA.

Obrigado sempre porque Tu és AMOR, A LUZ DO MUNDO.



Enfim, sublime Mestre, Jesus de Nazaré, Poder do Pai, obrigado, porque Contigo e o Pai todos somos UM.
Também Obrigado Cristo, Luz Divina, porque Tu és a eterna presença, conosco, ontem, hoje e sempre.


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo , do meu reino e do Teu Reino.

Obrigado Cristo, Tu sabes tudo do meu compromisso com a Tua Verdade e a Tua Vontade.


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo da minha Imortalidade com a Tua Glória.


Obrigado Cristo, porque Tu sabes tudo da minha Dualidade com a Tua Unidade.



Obrigado Cristo, porque Tu sabes  tudo a respeito da minha casa com a moradia do Pai de quem és Filho.


Obrigado Cristo, porque tudo sabes da minha separação com a Tua União.

Obrigado Cristo, porque Tu sabes, e dissestes mesmo: “Que todos Vocês sejam um assim como Eu e Pai somos uma só coisa”.


Obrigado Cristo, porque és Natal todos os dias nos dando VIDA NOVA.
OBRIGADO PARA SEMPRE.

Mensagem de Reinaldo Fim

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Nosso Planeta e Evolução Interior



Muitos ainda questionam a veracidade de informações de origem de âmbito espiritual. Com o passar da evolução deste planeta cada um está percebendo conforme sua compreensão as comunicações e necessidades evolutivas.

Temos hoje como alicerce os pontos emocionais, seguindo fielmente os nossos sentimos tomamos como base para as interpretações de nossa caminhada. O planeta está vivenciando uma sensação de mudança, isso é ocasionado por causa da nova transição evolutiva. Ainda em alguns anos serão intensificados as provas para aqueles que ainda necessitam de provas, mas aqueles que já se encontram fortificados emocionalmente através de uma caminhada mental passaram de certo modo com bastante paciência e perseverança.



O Tempo;

O Tempo hoje deve ser entendido e compreendido, aos irmãos encarnados, da maneira do tempo espiritual. Lembramos através de nossos sentimentos de que o tempo é o que vivenciamos e temos como nossas lições.



O Futuro;

O futuro deve ser entendido de uma forma simplificada de nossa existência. Muito é falado de que somos resultados do que cultivamos, ou seja, lembramos de que o nosso futuro sempre começará no dia de hoje. Quanto as aflições e perturbações, por vivências e expectativas futuras, sejam de âmbito positivo ou de âmbito negativo, nunca esquecemos de que podemos mudar eternamente o nosso futuro a cada dia que vivenciamos.



O Despertar;

Quando nos deparamos com nosso interior questionando sobre uma possível expectativa de paz interior, por falta de consciência espiritual, não nos consideramos capazes de enfrentar o desconhecido, mas tanto é mostrado que isso não é desconhecido em cada existência. Esse é um grande ponto de evolução, pois quando entendemos que devemos “despertar” nós conseguimos interpretar de que nossa grande missão é acima de tudo, nossas experiências e lições, que retiramos desta encarnação. Mostrando isso de uma maneira mais simplificada, cada ser é responsável por sua caminhada e existência neste planeta, ninguém é responsável por outro alguém. Mas a caridade sim mostra que és a grande salvação para o encontro mais rápido junto ao nosso pai e a nós mesmos.


Nunca nosso amado pai esquece-se de alguém, por mais turbulentos e/ou aflitosos momentos cada um possa estar vivenciando. Mas lembra-te de que deves realizar a tua parte, pois se não compreenderes as respostas que vêem de âmbito espiritual precisas voltar-te diretamente a ti próprio e buscar dentro de ti a força interior do teu ser.


Amemonos uns aos outros, não são obrigados a amar, mas lembrem-se de que aquele que hoje julgas é aquele que mais necessita de seu auxilio e esclarecimento nesta caminhada. Aquele que mais machuca, necessita ainda de uma atenção maior do que podemos oferecemos, pois devemos nos aliar em forças positivas e significantes para auxiliar aos irmãos que ainda permanecem perdidos nesta caminhada.

O julgamento é algo que devemos compreender e refletir em nosso interior, pois quando julgamos nós perdemos muitos degraus da escada da evolução, pois quando julgamos adquirimos energias negativas em existência. Para conseguir retira-las leva-se, consideravelmente, um longo período de caminhada.


As religiões possuem um grande significado para o caminho do despertar em vivência. Mostram com o amor de nosso amado pai o quanto podemos evoluir e tornarmos emissores de luz para todos aqueles que tanto necessitam. E se algum Ser interpretar que poderá realizar esta caminhada fora das religiões também está correto, pois todos nós sempre mostramos de que “fora da caridade não há salvação”, lembre-se que caridade deve ser aplicada com a essência do amor, ao próximo, ao desconhecido, aquele que possuí conflitos e todos aqueles que também amamos.


Nós desejamos muita paz neste mundo e nessa transição planetária, não esqueçam que nosso pai sempre estará ao lado de TODOS que aqui se encontram novamente.

Agradecemos com amor a oportunidade.
Raphael

Mensagem de Raphael, psicografada por Diego dia 08.12.10 às 12h.
Readequado por Reinaldo Fim em 23.12.10