segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

TUDO QUE EXISTE, EXISTE




                                          TUDO QUE EXISTE, EXISTE



 Não se dá nome para algo inexistente. Tudo que tem nome existe.


Dragão, fada, monstro, amigo imaginário, viagem astral, disco voadores, reencarnação, espírito, Deus...
 
Os chamados frutos da imaginação são coisas lembradas e realmente vistas em algum lugar, nesta ou em outras dimensões. O que o homem cria na matéria é extraído do seu conteúdo ilimitado que chamamos de inconsciente.
 
 
Quase toda criação humana vem deste arquivo, pois não se extrai coisa alguma do nada porque nada não existe.
Existe vida dentro e fora da matéria, existe vida após a morte.
Existem seres invisíveis nos influenciando e dando idéias.
Toda criação vem do inconsciente do homem, do plano espiritual, de outras dimensões.
 
 
Psiquiatras e psicólogos com os conhecimentos acima são os que obtém êxito no trabalho de garimpo dos problemas mentais de seus pacientes. Porque não se prendem à vida presente e a uma única esfera de ação como a material.
 
A criança que tem um amigo imaginário está realmente vendo uma entidade verdadeira só que invisível para os demais.
 
O doente que está morrendo e passa a falar ou, como dizem, delirar , está vendo espíritos de amigos e parentes que vieram buscá-lo.
 
Os bêbados e drogados quando passam a vociferar com o ar, falando sozinhos no seu delirium tremens, não estão falando com seres inexistentes, mas sim, com criaturas do plano espiritual inferior que foram atraídas pelos seus vícios.

 
O doente psiquiátrico profundo que se imagina um grande personagem da história ou mostra personalidade diferente da que se apresenta comumente; não está representando um papel que a mente criou, está relembrando o que vivenciou em vidas passadas que, por alguma razão, continua a reviver. Não são frutos da imaginação e sim, fruto de uma vivência não equilibrada que continua a existir em sua mente.
 
A mulher ou o marido que persegue o cônjuge com ciúmes além do normal que em muitos casos são infundados, estão se respaldando nas lembranças inconscientes das traições sofridas em vidas pretéritas.
 
Uma idéia semelhante que surge em vários pontos do planeta veio de uma mesma fonte existente no plano extra-físico.
 
O homem nada inventa, só descobre e lembra.
Tudo é real.
As provas estão nas manifestações.
 
 
O que não existe não aparece de forma alguma em nenhum lugar, nem na imaginação. E não tem nome.
 
 
Em tudo que achamos fantasioso e absurdo sempre existe algo verdadeiro que lhe deu origem.
Tudo que é imaginado tem fundo de verdade.
 
"A imaginação é mais poderosa que o conhecimento", disse Albert Einstein porque sabia que a imaginação vara os limite da vida física e ultrapassa as dimensões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário