quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Cada dia corresponde



Cada dia corresponde a uma nova página escrita no livro da sua vida, onde você deverá escrever as melhores memórias. 

Assim, quando desperte, dirija ao Infinito a sua prece. Agradeça pela noite superada e rogue ao Pai do Céu as indispensáveis bênçãos para o período começante. Eleve as vibrações da alma e entregue-se ao Senhor, totalmente. 

Erga-se e alegre-se com a oportunidade renovada de manter seu corpo físico para os empreendimentos do progresso. Busque ocupar-se com algo nobre, algo que dignifique a sua existência na Terra. 

À frente dos transtornos e contratempos, que surgem nos caminhos de todos, invariavelmente, não se deixe conduzir pela irritação, pelo agastamento ou pelo azedume, procurando compreender que nada lhe ocorre sem que tenha um sentido útil para o seu crescimento geral. 

Perante as ocorrências da violência e diante dos quadros de agressões que veja em sua rota, realize o melhor que possa, sem praguejamentos, sem revolta, sem desespero, porque você não está senão no mundo que fez por merecer, com as situações que caracterizam a sua quadra evolutiva e com as pessoas do seu mesmo patamar moral, com ligeiras diferenças, facilmente observáveis. 

Onde esteja semeie alegria e jovialidade, atendendo à recomendação do Apóstolo Paulo para que demos graças a Deus por todas as coisas da vida. 

Busque fazer novos amigos, mantendo, com carinho, os velhos companheiros. A amizade no mundo é como o beijo solar iluminando as flores, sem o qual elas tendem a murchar e fenecer. 

Alimente-se com moderação. Não é preciso passar fome, contudo, é bom que não transforme o estômago em tonel de venenosas misturas, capazes de o intoxicar, de lhe acumular indevido colesterol nas artérias ou de lhe provocar disfunções hepáticas. 

Afaste-se das pseudonecessidades alcoólicas. O álcool de que você precisa para a digestão a Divindade já fez constar do seu programa de produção orgânica. Fora disso, a ingestão dessa substância corresponderá sempre a consciente envenenamento que lhe perturbará a saúde aos poucos. 

Procure ser comedido nas brincadeiras, a fim de não constranger os amigos, gerando afastamentos e inimizades, ou para não perder seu precioso tempo com intermináveis lorotas e banalidades, que lhe possam prender as horas ao visco da leviandade. 

Sorria, seja prazenteiro, uma vez que o Evangelho de Jesus, que você afirma conhecer, é fonte inesgotável de alegrias. 

E quando chegar ao fim o seu dia, vivido com maior ou menor dificuldade, ponha-se em meditação. Verifique onde é que você poderia ter sido melhor, em que itens deveria ter agido Melhor, e, sem remorsos perniciosos, faça projetos de renovação para o dia seguinte, procurando levá-lo seriamente. 

Ore e entregue-se, uma vez mais, ao Supremo Senhor, construindo, dia-a-dia, a própria felicidade, a sua própria luz. 

Valorize o seu dia. 

Não o desperdice remoendo mágoas ou destilando tormento, mas aprenda a cultivar a alegria de viver, apesar das lutas e limitações que carregue. 

Valorize o seu tempo na Terra e prossiga, decidido pelo Bem, para que, no serviço do Senhor, você continue crescendo em busca do encontro consigo mesmo. 
=====================================


Nenhum comentário:

Postar um comentário