sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

A ALMA EM PREPARO

A ALMA EM PREPARO
Considere-se feliz aquele que entendeu os princípios da fraternidade e sentiu que é indispensável a educação em todos os sentidos da existência, quer seja física, quer seja espiritual. A educação mostra o que somos àqueles com quem estamos falando ou a quem estivermos ouvindo.
Esse adestramento é fruto da disciplina, aquela constante em nossa vida; o nosso dever maior, como estudantes da Verdade, é o amanho das qualidades espirituais que o Senhor depositou no cofre dos nossos corações. Quem percebe o tesouro que pode ter no curso da vida, junto aos seus companheiros de jornada, e na vivência do lar, não se esquece do cultivo das virtudes mencionadas por Jesus no Seu Evangelho, que expressa a Sua magnânima vida e grandeza espiritual.
O discípulo da sabedoria universal, que já despertou para a luz da Verdade, não pode esmorecer na lavoura empreendida; se já selecionou as sementes, não deve olhar para trás: que lance as sementes no solo preparado e espere o seu devido crescimento. Quando o poço está pronto, a água aparece.
A máxima Sê como o sândalo, que perfuma o machado que o fere nos mostra o perdão na sua mais pura feição, ensinando numa simples frase, para que possamos aplicá-la no nosso dia-a-dia, lutando contra o homem velho, para que dominem os valores espirituais no homem novo, acendendo luzes e ampliando sabedoria em todas as áreas, mesmo onde prevaleçam os sentimentos contrários.
É bom que não te esqueças dos obstáculos; eles aparecerão na extensão de todos os caminhos, onde a honestidade for o clima e a fé, o sustentáculo.
Quando te empenhas em um trabalho e tudo corre com a facilidade que desejas, tem cuidado! As trevas comumente perseguem os empreendimentos onde os frutos são saborosos. Não reclames das dificuldades. Procura, com todo zelo, superá-las com humildade e alegria nunca deixando os pensamentos negativos povoarem a tua mente, porque eles podem turvar as tuas altas aspirações, desviando-as para regiões onde predomina a improdutividade.
Compete a ti mesmo discernir e raciocinar, com a ajuda do coração e empenhado na prece, para não deixar de fazer as coisas certas, abandonando aquelas que se afastam dos princípios cristãos. As primeiras trazem a glória e as segundas emprestam tristezas ao teu mundo íntimo, o que, por vezes, te custará tempo indefinido para os reparos devidos.
Quando o discípulo está pronto, o mestre aparece. Não se turbe, portanto, o teu coração ante a demora da luz no caminho a percorrer; o verdadeiro mestre mora na consciência e Paulo de Tarso já tinha conhecimento dessa verdade, que o levou a dizer com inspiração O Cristo em nós é motivo de glória.
O Apóstolo dos Gentios teve que conhecer o Cristo externamente, para que Ele nascesse em seu coração, onde poderia permanecer eternamente. Não existe outro caminho melhor e de tão alto valor para as criaturas e o Cristo em nós nos guiará para os verdadeiros caminhos, onde encontraremos a felicidade, porque nos libertará de todas as imperfeições.
Se queres entrar em preparo, começa hoje, agora, e permanece até o fim, sem esmorecer diante dos simples obstáculos que deverão aparecer para o teu próprio bem, servindo de testes às qualidades já afloradas.
Se ainda alimentas o ódio a alguém que, por invigilância, te feriu; conservas a maledicência, destilando magnetismo inferior pela língua;
te esqueceste de perdoar os ofensores que te caluniaram; gastas o teu maior tempo, doado por Deus, em baixas conversações; desconheces o valor grandioso da caridade; não acreditas no amor que nos salva a todos; desconheces a terapia espiritual do trabalho honesto e abusas do tempo; tens preguiça de estudar e não gostas de aprender; não acreditas na oração e criticas os que a praticam; és avesso à fraternidade e o egoísmo domina os teus atos, convém que nem penses em desdobramento consciente, nem na sua prática. Fica, por enquanto, nos sonhos, até resolveres despertar e empreender esforços
para granjear a tua melhoria.
Tudo o que é bom, meu irmão, deve ter o traço do merecimento, e todo merecimento é filho do esforço próprio.
Este livro irá te trazer algum sofrimento, porque ele induz a uma vida nova, contrariando a seqüência em que provavelmente vives, e os teus corpos dinâmicos, que servem de instrumento para o Espírito imortal, poderão entrar em estado de rejeição e te causar danos demorados. Entretanto, se tiveres a fé do tamanho de um grão de mostarda, no dizer do Evangelho, vencerás.
Tudo o que é bom, meu irmão, deve ter o traço do merecimento, e todo merecimento é filho do esforço próprio.
17

Nenhum comentário:

Postar um comentário