quarta-feira, 19 de junho de 2013

UM MÉDIUM QUE ME PARECIA PROMISSOR

UM MÉDIUM QUE ME PARECIA PROMISSOR
Há pouco, um amigo da Terra me escreveu, dirigindo a mim a seguinte pergunta: - Dr. Inácio, o senhor já buscou escrever através de outro médium?!...
Aproveitando o espaço deste Blog, respondo que sim. Certa vez, não faz muito, estive sondando um médium que, de fato, por suas faculdades, me parecia muito promissor.
Cheguei à sua casa quando ele estava se preparando para tomar banho, o que, de início, causou-me excelente impressão, pois o médium não precisa ser cheiroso, mas, pelo menos, asseado.
Então, pensei comigo: - Com certeza, ele não demorará mais que 10, 15 minutos... Esperarei. Acontece, porém, que, antes do banho propriamente dito, por pequena abertura da porta do banheiro, observei que ele se pôs a cortar os pelos do seu peito peludo, porque, certamente, isto lhe agravava algum problema relacionado à hiper-hidrose.
Tudo bem. Uma medida profilática é sempre bem vinda à saúde e ao bem estar.
Logo depois, antes de acionar o chuveiro, tendo ao lado um shampoo e um condicionador, notei que ele preparava uma tinta para os cabelos, e, assim, os meus 10, 15 minutos já tinham ido para o beleléu.
Enchi-me de paciência e procurei compreender, porque a ninguém podemos estar condenando por cuidar de sua própria aparência.
Banho tomado, cabelos tintos, agora era só passar um pente e colocar a roupa, que, certamente, ele escolheria em seu guarda-roupa, inclusive a cueca que eu não vi dependurada no banheiro.
No entanto, para a minha surpresa, diante do espelho, ele abriu uma gaveta e começou a tirar bisnagas: uma, duas, três, quatro bisnagas! O que seriam?! Algum leite de colônia, daqueles antigos que eu costumava usar após a barba?! Nada disto.
Há mais de 30 minutos dentro do banheiro, ele abriu a primeira bisnaga: era uma pomada para evitar micose nas unhas dos pés! Concordei, por que... Ah, como eu sofri com micose em duas unhas encravadas! Terrível!...
Logo, ele partiu para a segunda bisnaga, que continha outro tipo de pomada. Aproximei-me e, indiscretamente, li: “Para combater hemorroidas”. Adivinhando o que iria acontecer, dei-me pressa em sair do banheiro... Hemorroidas doem e doem, ainda mais num médium que precisa ficar sentado durante muito tempo!
A operação anti-hemorroidária não demorou, e voltei a tempo para assisti-lo a abrir a terceira bisnaga, pois, afinal, eu estava humanamente curioso. Era um creme, de marca famosa, para evitar o envelhecimento da pele facial. Quem quer envelhecer antes do tempo, não é?! Todavia, mais de 40 minutos haviam se escoado, e, estando encarnado, se eu fosse seu parente teria batido na porta do banheiro, para saber se ele fora acometido por uma síncope debaixo do chuveiro...
Com muito receio de que ele abrisse uma segunda gaveta no armário, fomos para a quarta e heroica bisnaga... O que seria?! Vocês não adivinham?! Era coisa simples: um batom de cacau, de tom meio rosa, que cumpria dupla finalidade: hidratava os lábios e os deixava um pouco mais vivos e brilhantes!...
Nada contra, mas exatos 50 minutos do meu tempo haviam voado! Contudo, eu ainda estava esperançoso, quando, enrolado numa toalha, ele saiu do banheiro e começou a vasculhar o guarda-roupa à procura do que vestir naquela tarde, quase noite. Vocês não vão acreditar, mas, entre mangas curtas e longas, ele hesitou diante de 28 camisas, 21 calças, sem falar em dezenas de cuecas e meias, e mais 15 pares de sapatos e tênis, de todas as cores e modelos.
Então, meus amigos, quando eu pensei que aquilo haveria de ser todo dia, quiçá duas vezes, lamentando muito eu vim-me embora, e, por enquanto, não ando com a mínima vontade de sair procurando médium por aí, não!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário