sexta-feira, 28 de junho de 2013

AS CONSEQUÊNCIAS DE UMA CRÍTICA LEVIANA

AS CONSEQUÊNCIAS DE UMA CRÍTICA LEVIANA
Eu vou lhes contar um episódio que se desencadeou, verdadeira tragédia, com as consequências de uma crítica leviana.
Isto se deu quando eu ainda me encontrava encarnado, ou um pouco mais encarnado do que me sinto agora.
Uma mãe, após o desenlace do filho querido, que se vitimara ao nadar com amigos numa lagoa nos arredores de Uberaba, entrou em grande desespero e, de toda maneira, queria cometer suicídio.
Levada pelo marido ao meu consultório, depois de efetuar inúmeras ponderações, aconselhei-a a procurar um médium, pois, com certeza, o seu filho, falando ou escrevendo, haveria de se manifestar a ela.
Relutante, e um tanto desconfiada, a referida senhora, de formação católica, foi a um Centro Espírita localizado na periferia da cidade, onde um médium trabalhava, e, de quando a quando, recebia comunicados de além-túmulo endereçados aos presentes.
Para a sua grande alegria, o filho, naquela noite, encontrando recursos, escreveu pela mão do médium belíssima mensagem consoladora, na qual pedia à genitora que, aceitando a Vontade Divina, não pensasse em morrer...
A pobre genitora, por assim dizer, renasceu! Mostrou a mensagem a vários familiares, também de formação católica, que, diante da autenticidade da carta, passaram a se inclinar com simpatia para a fé espírita.
Durante algum tempo, a paz voltara ao enlutado lar, e tudo seguia bem, inclusive tendo eu diminuído a dose dos medicamentos auxiliares que, inicialmente, lhe prescrevera.
Sabemos, no entanto, que a inveja e maledicência, sempre de mãos dadas, andam à solta pelas ruas, com o intuito de infelicitar as pessoas.
Um dia, mostrando a mensagem do filho que tanto a confortara, praticamente conseguindo resgatá-la ao túmulo, no qual, de maneira voluntária, pretendia se precipitar, a um conhecido espírita de Uberaba, dele ouviu as seguintes palavras:
- Mas, a senhora acreditou nesta mensagem?! Ela é de conteúdo completamente apócrifo! A senhora está sendo enganada por um mistificador! Eu conheço muito bem o médium que a escreveu... Falam horrores de sua vida pessoal! Absolutamente, não é pessoa em quem se possa confiar!...
A infeliz senhora, que, em verdade, nada sabia de Espiritismo, sentindo grande abalo íntimo, tornou a cair em profunda depressão, sequer voltando mais ao meu consultório.
Não se passou uma semana, sorvendo um copo de soda cáustica, a mulher foi encontrada morta pelo marido, quando este voltava do trabalho, no chão da cozinha da casa onde moravam.
A crítica formulada por puro despeito daquele homem funcionara como um tiro de revólver no coração daquela mãe sofredora!
E, por este motivo, sinceramente, até hoje eu não sei se, de fato, ela cometeu suicídio, ou se foi assassinada!...

INÁCIO FERREIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário