quarta-feira, 27 de março de 2013

FELICIDADE E DEVER


 FELICIDADE E DEVER

      A procura da felicidade assemelha-se, no fundo, a uma caçada difícil:
        Há quem a busque nos mitos do ouro, retendo as belas faculdades da alma na fossa da usura;
       Há quem a dispute no prazer dos sentidos, acordando no catre da enfermidade;
       Há quem a procure na exaltação do poder terrestre, resvalando para a dor e desilusão;
       Há quem a procure na retenção do supérfluo, apodrecendo de tédio, em câmaras de preguiça.
       Não há felicidade, porém, sem dever cumprido.
       Observa o dever de que a vida te incumbe.
       Vê-lo-ás sempre no quadro das circunstâncias.
       Na fé que te pede serviço.
       No serviço que te roga compreensão.
       No ideal que te pede caráter.
       No caráter que te roga firmeza.
       No exemplo que te pede disciplina.
       Na disciplina que te roga humildade.
       No lar que te pede renúncia.
       Na renúncia que te roga perseverança.
       No caminho que te pede cooperação.
       Na cooperação que te roga discernimento.
    .Emmanuel / Médium Chico Xavier
    Livro: Religião dos Espíritos

Nenhum comentário:

Postar um comentário