quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A VIDA É FEITA DE MIL NADAS

A VIDA É FEITA DE MIL NADAS


   A vida e feita de mil nadas, muitas vezes nos deixamos enredar pela teia do ódio, da vingança, da raiva, da amargura, dirigido ao semelhante que muitas vezes culpamos pelos nossos próprios erros.
Achamos que nosso semelhante é sempre o errado e nós os donos da verdade. Somos capazes de cometer atrocidades, falar mal, caluniar, julgar aqueles que imaginamos serem os nossos algozes.
Será mesmo que temos razão? Muitas vezes ficamos ressentidos, magoados e por esses e outro motivo qualquer, deixamos o fel da nossa língua prejudicar o outro em sua vida, na sociedade em que vivemos, na família, nos círculos de amizade, etc...
Coitados de nós que somos “pobres” de espírito, deixando a raiva tomar conta de nossa alma infeliz, nos tornando mesquinhos e pequenos aos olhos de Deus, pelos pensamentos muitas vezes obsessivos contra o nosso semelhante.
Perguntemos a nós mesmos: será que realmente fui prejudicado ou tentei prejudicar o meu semelhante, com meus atos e palavras ferinas, destiladas como o veneno de uma cobra?
Antes de julgar, pense bem, pois será julgado da mesma forma. A lei do retorno é implacável, virá a teu encontro, como um raio caído do céu em noite de tempestade.
Antes de prejudicar o próximo, sejam como for, examina as raízes, e os porquês da tua vingança desmedida.
Lembre-se que o tempo se faz curto para nos reconciliar, amar e perdoar o nosso semelhante.
Não sabemos se amanhã deixaremos o corpo físico, partindo para a pátria espiritual, sem ter tempo de pensar nos porquês de ontem
Nos tornamos obsessores futuros, daqueles que são o motivo do nosso ódio, nosso espírito fica em péssimo estado, preso no passado que não volta mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário