quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Vamos ser Faróis

Quem fala e ensina o caminho acende uma luz,
mas quem ouve e se dispõe a percorrê-lo ilumina-se com ela."







Vamos ser Faróis






Quando há muito tempo iniciei os meus primeiros contatos com a doutrina espirita aconteciam com frequência situações em que se procuravam respostas para vários dramas de dor, angustia e sofrimentos que determinado irmão estava passando aqui na terra.


De imediato vinha um diagnóstico quase definitivo:
Este problema é espiritual, existem vários obsessores participando da causa dos males deste irmão...


Os anos se passaram, novos conceitos bateram a nossa porta, a própria pátria espiritual nos enviou orientação e vasta leitura no intuito de esclarecer este erro de comportamento que as vezes afasta muitos do espiritismo... Hoje quanto escuto ao longe a afirmação que determinado problema é espiritual... Seria como se eu escutasse membros de outras convicções religiosas afirmarem que determinado problema é coisa do "demônio”... Coisa do capeta... Etc.


Gente é a mesma coisa.


Está passando da hora dos espiritas pararem com este diagnóstico de que determinado problema é espiritual. É uma forma simplista e até irresponsável de lidar com as mazelas humanas, seria ensinar ao homem jogar para debaixo do tapete estas mazelas, e retirar dos seus ombros a responsabilidade de ter que fazer sua faxina espiritual pela máxima de Jesus: "cura a ti mesmo”.





Como? Reforma íntima...


É fácil? Não, é muito difícil, devido a entulho de sujeira que nós colocamos ao longo das nossas existências (e não os espíritos)...


E os maus espíritos não atuam em nossas vidas...?


Só posso dizer que a jogar sujeira e carne podre na nossa porta... O que vai acontecer...? Revoada de urubus com certeza.


Eu preciso tocar os urubus...? Você pode até tentar. Mas vai ser difícil...
Espanta um e vem mil... Não seria melhor uma bela faxina?...


Acho difícil eles permanecerem ali. Não haverá mais alimento.






Assim somos nós, devemos limpar nosso dia a dia de pensamentos de vingança, de ódio, ganância, querer levar vantagem em todas as situações, orgulho e principalmente sentimento de vitima... Desta forma boa parte dos nossos corvos espirituais nos abandonará.


Ao fazermos isto novos projetos de vida cada vez mais edificantes irão aparecer em nossas vidas... E cada vez mais estaremos preparando nossa querida terra para o jardim de regeneração que há por vir...


Somos o capitão da nossa nau... Não deleguemos poderes... Vamos nos iluminar... E com certeza seremos um farolzinho para muitos sofredores.



"Vamos ser Faróis...  no projeto de Jesus"




Nenhum comentário:

Postar um comentário