terça-feira, 22 de março de 2011

Desastres e Calamidades


Muitas pessoas, inclusive pessoas que se dizem espíritas, tem falado de "fim do mundo", "2012", "profecias maias", "planeta X / nibiru", "terremotos", "tsunamis" e tantas outras coisas, mas pouco se tem observado, principalmente os espíritas, as informações da Espiritualidade Superior e a Codificação Espírita. 



Este fenômeno da mídia em torno deste tema é natural e também muito bem compreensível: nós sentimos uma natural atração pelo que nos amedronta e damos maior destaque aos fatos ruins que aos bons. É uma das características que temos como seres humanos.


                                                            

Isto posto, quero colocar aqui também uma opinião pessoal: Não estamos falando de "fim do mundo" estamos falando de fim de uma era - o que é bem diferente. O mundo (planeta) como nós conhecemos vem se desenvolvendo há bilhões de anos e vai continuar assim por outros tantos... as condições de clima e vida vêm sofrendo alterações e continuarão sendo modificadas sempre... as formas de vida vem e vão de acordo com a necessidade reencarnatória ou com as consequências de seus atos; por isso já tivemos tantas eras geológicas, biológicas, sociais e políticas. 



Precisamos lembrar que Kardec já nos falava de tudo isso que está acontecendo quando nos orientou sobre as migrações planetárias e sobre a passagem da Terra de um mundo de "provas e expiações" para um mundo de "regeneração". 



Todos que estudamos um pouco de Codificação Espírita sabemos que este processo já se iniciou e que, como aconteceu em Capela há cerca de 30 mil anos, está acontecendo na Terra uma limpeza energética - os espíritos que não se encaixam mais no teor vibratório da Terra estão sendo gradativamente retirados dela (uma ótima indicação de leitura é "Os exilados de capela" ou "A caminho da Luz” 



Será que algum de nós já imaginou uma "limpeza" sem tirar a poeira? É exatamente isto que está acontecendo hoje: é necessário que hajam estes desastres e tragédias (aos nossos olhos) porque fazem parte da programação de regeneração da Terra. 



Muitos destes espíritos que estão desencarnando hoje haviam passado vários anos em locais de maldade e sofrimento nas zonas espirituais inferiores e estão por graça divina recebendo uma última oportunidade de se "regenerarem" aqui na Terra para que, "se quiserem", não necessitem ser retirados da psicosfera da Terra, e por seu próprio esforço e merecimento permaneçam entre os que ficarem. 



Mas para os que forem exilados em outro orbe isto não representa um castigo - representa uma oportunidade de contribuírem positivamente para o desenvolvimento do orbe onde estiverem, pois lá será o local mais adequado para eles neste estágio de sua evolução. 



Aos que permanecerem na Terra não estão reservados simplesmente glórias e descanso eterno não. As comoções físicas do globo irão gerar muito trabalho e serviço de reconstrução (lembram da Lei de Destruição - LE 728 a 741?). E aí se inicia realmente a regeneração do planeta: através de muito esforço dos remanescentes na reconstrução de uma nova sociedade com melhores valores. 



Para nos orientar neste novo processo também estão encarnando espíritos muito evangelizados, alguns vindos de um sistema estelar chamado Alcione, que serão os líderes e orientadores desta "nova" humanidade. 


Temos muito esforço pela frente - seja em nós mesmos para nos melhorarmos sempre mais ou em nossa sociedade para. sermos. exemplos e ferramentas de trabalho. 



Acho muito semelhante à parábola do "festim de bodas", contada por Jesus, "Muitos serão chamados, mas poucos serão escolhidos"; e estes que forem escolhidos terão sido pelo seu esforço e merecimento próprio no bem e no amor. Aos que não estiverem utilizando as vestes nupciais estará reservado outro local, mais primitivo que a Terra, onde permanecerão até evangelizarem-se mais. Esta é a "prisão" onde ficaremos até "que tenhamos pago o último ceitil”. 






Resumindo tudo que quero dizer neste post, é o seguinte: Tudo que está acontecendo hoje e mais tarde na Terra faz parte de uma programação espiritual muito antiga e é necessário para nossa evolução como seres imortais. Pelo nosso atual estágio não temos ainda a condição de encarar a "morte" como um fato natural e assim cresce o medo dentro de nós. O Medo permite que surja especulação em torno de temas relacionados à Destruição e "morte", gerando assim esta pandemia de preocupações que vemos hoje. 


Texto extraído do FÓRUM  ESPÍRITA DE 11/03/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário